Casa Brasil-África e Associação dos Estudantes Internacionais realizam recepção de calouros estrangeiros

A Casa Brasil-África, vinculada à Pró-Reitoria de Relações Internacionais (Prointer), e a Associação dos Estudantes Internacionais da UFPA promoveram, nesta terça-feira, 18, uma programação de boas-vindas aos calouros de diversos países que estão chegando para estudar na UFPA. O evento foi uma oportunidade para os novos estudantes conhecerem mais sobre a Instituição e tirarem suas dúvidas quanto aos serviços oferecidos pela Universidade.

Estavam presentes ao evento: o vice-reitor da UFPA, professor Gilmar da Silva; a professora Zélia Amador, coordenadora do Grupo de Estudos Afro-Amazônicos (GEAM) e assessora de Relações Étnico-Raciais da UFPA; o professor Marcelo Galvão, chefe de gabinete do reitor; a professora Glória Martins, representante da Prointer; Jaqueline Ramos, representante da Superintendência de Assistência Estudantil (Saest); e a diretora do CIAC, Julieta Jatahy. Os participantes realizaram um discurso de acolhimento e apoio aos novos calouros e de uma roda de conversa com os veteranos sobre os benefícios e desafios de estudar na UFPA.

Para o professor Hilton Pereira da Silva, coordenador da Casa Brasil-África, essa acolhida inicial é muito importante para os novos alunos. “Alguns alunos ainda não dominam o português nem os meandros de nossas instituições e é necessário que se integrem de maneira rápida e eficiente à UFPA”, declara o professor.

De acordo com a professora Jacqueline Freire, integrante da CBA, o evento era destinado, inicialmente, apenas aos calouros estrangeiros, mas o convite também foi estendido aos alunos que ainda estão prestando o Celpe-Bras, exame de proficiência de língua portuguesa para estrangeiros. “O estudante do CELPE-Bras vivencia muito o cotidiano da nossa instituição, então oportunizamos a integração desses alunos, mesmo que alguns deles não fiquem na UFPA”, destaca a professora.

Acolhimento - Para Meverick Jeanpiere, estudante peruano de Engenharia Biomédica, o apoio dado pela Casa Brasil-África e pela Associação dos Estudantes Internacionais da UFPA tem sido fundamental para a sua adaptação na Universidade. “Tudo pra mim é uma experiência nova, e a Associação dos Estudantes nos ajuda muito. Eles nos recepcionam no aeroporto, dão dicas sobre a cidade e ajudam a encontrar alojamento”, afirma o estudante.

De acordo com o presidente da Associação dos Estudantes Internacionais da UFPA, Israël Hounson, a expectativa da Associação é ampliar os canais de comunicação entre os estudantes. “Quando os estudantes estrangeiros chegam aqui, muitos estão com problemas com o visto ou com pendências na Polícia Federal. Nosso papel é possibilitar a comunicação com esses estudantes pra que isso não ocorra mais.”

Anteriormente, a única associação dos alunos estrangeiros na Universidade era a Associação do Programa de Estudantes-Convênio de Graduação (PEC-G), que atendia apenas os alunos que faziam parte do programa. Depois, com a gestão do reitor Emmanuel Tourinho, foi sugerido que a Associação seja maior e atenda a todos os estudantes estrangeiros da Universidade.


Texto: Caio Maia | ASCOM-UFPA

Fotos: Adolfo Lemos

 

Prédio da Reitoria - 3° andar Rua Augusto Corrêa - Guamá 66075-110 Belém, PA, Brasil Tel.: (91) 3201-7211 - prointer@ufpa.br